IMPACTO DOS MAPAS CONCEITUAIS DIGITAIS NO DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS METACOGNITIVAS EM ESTUDANTES DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

Autores

  • Celso Barreto da Silva da Silva Centro Universitário Jorge Amado https://orcid.org/0000-0002-2089-1758
  • Fabio Fonseca Barbosa Gomes UNIFACS
  • Vicente Vicente Cardoso Santos SENAI CIMATEC
  • Cevaldo Santos e Santos SENAI/DR/BA

DOI:

https://doi.org/10.63052/revistaolhares.v1i13.104

Palavras-chave:

Metacognição, Teoria das Situações Didáticas, Funções Matemáticas, Mapas Conceituais Digitais

Resumo

Este estudo investiga o impacto dos mapas conceituais digitais no desenvolvimento de estratégias metacognitivas em estudantes de Ciência da Computação e Engenharia da Computação. O objetivo geral é explorar a eficácia dos mapas conceituais digitais como ferramentas para melhorar a metacognição dos estudantes. Especificamente, o estudo visa, a) Analisar como os mapas conceituais digitais facilitam a compreensão e a integração do conhecimento em funções matemáticas, b) Avaliar a capacidade dos estudantes de mobilizar estratégias metacognitivas durante a criação e utilização dos mapas conceituais, c) Investigar o impacto das estratégias metacognitivas na qualidade do processo de aprendizagem e na autoregulação dos estudantes. Adotando uma metodologia qualitativa fundamentada na Engenharia Didática de Artigue, o estudo foi conduzido através de três fases principais: planejamento de atividades didáticas baseadas na Teoria das Situações Didáticas de Brousseau, implementação destas atividades em um ambiente de aprendizagem assistido por computador, e análise qualitativa dos dados coletados. Os resultados indicam que o uso de mapas conceituais digitais, em sinergia com abordagens teóricas sólidas, promove significativamente o desenvolvimento de estratégias metacognitivas, melhorando a compreensão conceitual e a autoregulação dos estudantes. Este estudo contribui para a integração de tecnologias digitais no ensino de disciplinas complexas, enriquecendo a experiência educacional com habilidades críticas de pensamento e autorreflexão

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Barreto da Silva da Silva, Centro Universitário Jorge Amado

Brasileiro, Casado, Graduado em Adm com Habilitação em Análise de Sistemas pela Faculdade Visconde de Cairu, Licenciado em Matemática para o Ensino Básico pela Faculdade Educacional da LAPA - FAEL é Pós-Graduado em Metodologia do Ensino da Matemática e Pós-Graduado em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário Leonardo Da Vinci em Salvador- Bahia e Mestrado em Sistemas e Computação pela UNIFACS LAUREATE.

Fabio Fonseca Barbosa Gomes, UNIFACS

Mestrado em andamento em Sistemas e Computação pela Universidade Salvador, UNIFACS - Professor do Centro Universitário Jorge Amado.

Vicente Vicente Cardoso Santos, SENAI CIMATEC

Doutorado em Programa de Pós-graduação em Modelagem Computacional Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC.

Cevaldo Santos e Santos, SENAI/DR/BA

Mestrado em Administração. Instituto de Pesquisas Aplicadas da UNIFACS, IPA-BA, Brasil. Professor do Departamento Regional da Bahia, SENAI/DR/BA, Brasil.

Referências

Artigue, M. (1996). Didactical Design in Mathematics Education. In A. J. Bishop et al. (Eds.), International Handbook of Mathematics Education (Vol. 1, pp. 123-147). Dordrecht, Netherlands: Kluwer Academic Publishers.

Brousseau, G. (1997). Theory of Didactical Situations in Mathematics. Dordrecht, Netherlands: Kluwer Academic Publishers.

Flavell, J. H. (1979). Metacognition and Cognitive Monitoring: A New Area of Cognitive- Developmental Inquiry. American Psychologist, 34(10), 906-911.

FLAVELL, J. H. Cognitive development: Children's knowledge about the mind. Annual Review of Psychology, v. 50, n. 1, p. 21-45, 1999.

Magalhães, A. R. (2009). Mapas conceituais digitais como estratégia para o desenvolvimento da metacognição do estudo de funções. Tese de Doutorado, PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP, São Paulo.

Moreira, M. A. (2006). Mapas Conceituais e Aprendizagem Significativa. São Paulo: Centauro.

Novak, J. D., & Gowin, D. B. (1984). Learning How to Learn. New York: Cambridge University Press.

Downloads

Publicado

2024-04-23

Como Citar

DA SILVA, C. B. da S.; FONSECA BARBOSA GOMES, F.; VICENTE CARDOSO SANTOS, J.; SANTOS E SANTOS, C. IMPACTO DOS MAPAS CONCEITUAIS DIGITAIS NO DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS METACOGNITIVAS EM ESTUDANTES DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO. Revista Olhares, Salvador, Brasil, v. 1, n. 13, p. 43–53, 2024. DOI: 10.63052/revistaolhares.v1i13.104. Disponível em: https://publicacoes.unijorge.edu.br/revistaolhares/article/view/104. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos