QUEM SÃO ESSES JOVENS?

Tensionamentos e reflexões entre juventudes, música e o ensino médio

Autores

  • Amós Weslley Gonçalves Oliveira Instituto Federal Baiano

DOI:

https://doi.org/10.63052/revistaolhares.v1i13.109

Palavras-chave:

music education, high school, youth, school, youth cultures

Resumo

As juventudes, suas culturas e identidades vivem em constante tensionamento com a cultura escolar. Sendo a música um elemento central em suas subjetividades e coletividades, este trabalho traz algumas reflexões sobre o trinômio juventudes – música – escola, especialmente no ensino médio. Para tanto, compreendemos as juventudes como uma categoria histórica, socialmente produzida, mas que também produz socialmente seus símbolos e culturas, atravessada por marcadores de vida e sociais. Sendo a música uma importante expressão presente nas suas vidas dentro e fora da escola, suas práticas musicais formam um núcleo que os atraem para construção de seus pares e agrupamentos. Portanto, este texto traz algumas reflexões sobre a importância de construir práticas pedagógicas em música que observe quem são este jovens que chegam a escola, suas semelhanças e diferenças. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amós Weslley Gonçalves Oliveira, Instituto Federal Baiano

Mestrado em Música pela UFBA. Professor de Arte/Música no Instituto Federal Baiano e Professor-Tutor da Licenciatura em Música da UFBA/CAPES.

Referências

ARROYO, Margarete. Escola, juventude e música: tensões, possibilidades e paradoxos. Em

Pauta, Porto Alegre, v. 18, n. 30, p. 05-39. jan.- jun. 2007.

ARROYO, Margarete (org.). Jovens e músicas: um guia bibliográfico. São Paulo: Editora da

UNESP, 2013.

ARROYO, Miguel. Repensar o ensino médio: por quê? In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo;

MAIA, Carla Linhares (orgs). Juventude e Ensino Médio. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

BARBOSA, Juliana. Juventudes negras: algumas considerações sobre as resistências dos jovens negros nas trajetórias escolares frente a violência simbólica institucional. X COPENE. In: Anais..., Uberlandia, 2018, p. 1-11.

CATANI, Afrânio M; GILIOLI, Renato. Culturas juvenis: múltiplos olhares. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

COELHO, Larissa; MAIA, Rodrigo. Apenas 70,5% dos jovens mais pobres têm acesso ao ensino médio. CNN Brasil, São Paulo, 23 ago. 2021. Disponível em: < https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/apenas-705-dos-jovens-mais-pobres-tem-acesso- ao-ensino-medio/>. Acesso em 26 jan. 2022.

DAYRELL, Juarez. A música entra em cena: o rap e o funk na socialização da juventude. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo. Juventude e ensino médio: quem é este aluno que chega à escola. In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares (orgs). Juventude e Ensino Médio. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

DEL-BEN, Luciana. Educação Musical no Ensino Médio: alguns apontamentos. Música em Perspectiva, Curitiba, v. 05, n. 01, p. 37-50, mar. 2012.

JUNIOR, Dilton; OSWALD, Maria; POCAHY, Fernando. Gênero, sexualidade e juventude(s): problematizações sobre heteronormatividade e cotidiano escolar. Civitas, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 124-137, jan.-abr. 2018

PAPPAMIKÁIL, Lia. Juventude(s), autonomia e sociologia: redefinindo conceitos transversais a partir do debate acerca das transições para a vida adulta. In: DAYRELL, Juarez et al (orgs.). Família, escola e juventude: olhares cruzados Brasil-Portugal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

PENNA, Maura. Reavaliações e Buscas em Musicalização. São Paulo: Loyola, 1990.

CAREGNATO, C. Revisitando Justificativas para a Educação Musical: uma Discussão sobre o Ensino de Música Focado no Desenvolvimento Extramusical. Revista Música Hodie, Goiânia,

V.13 - n.2, 2013, p. 99-114.

COELHO, Larissa; MAIA, Rodrigo. Apenas 70,5% dos jovens mais pobres têm acesso ao ensino médio. CNN Brasil, São Paulo, 23 ago. 2021. Disponível em: < https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/apenas-705-dos-jovens-mais-pobres-tem-acesso- ao-ensino-medio/>. Acesso em 26 jan. 2022.

DAYRELL, Juarez. A música entra em cena: o rap e o funk na socialização da juventude. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo. Juventude e ensino médio: quem é este aluno que chega à escola. In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares (orgs). Juventude e Ensino Médio. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

DEL-BEN, Luciana. Educação Musical no Ensino Médio: alguns apontamentos. Música em Perspectiva, Curitiba, v. 05, n. 01, p. 37-50, mar. 2012.

JUNIOR, Dilton; OSWALD, Maria; POCAHY, Fernando. Gênero, sexualidade e juventude(s): problematizações sobre heteronormatividade e cotidiano escolar. Civitas, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 124-137, jan.-abr. 2018

PAPPAMIKÁIL, Lia. Juventude(s), autonomia e sociologia: redefinindo conceitos transversais a partir do debate acerca das transições para a vida adulta. In: DAYRELL, Juarez et al (orgs.). Família, escola e juventude: olhares cruzados Brasil-Portugal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

PENNA, Maura. Reavaliações e Buscas em Musicalização. São Paulo: Loyola, 1990.

SANTOS, Micael Carvalho dos. A educação musical na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) - ensino médio: teias da política educacional curricular pós-golpe 2016 no Brasil. Revista da Abem, v. 27, n. 42, p. 52-70, jan./jun. 2019.

SILVA, Helena. Música, juventude e a construção da identidade de gênero no espaço escolar. Curitiba: Appris, 2019.

TOMAZETTI, Elisete; SCHLICKMANN, Vitor. Escola, ensino médio e juventude: a massificação de um sistema e a busca de sentido. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 42, n. 2, p. 331-342, abr./jun. 2016.

Downloads

Publicado

2024-04-23

Como Citar

OLIVEIRA, A. W. G. QUEM SÃO ESSES JOVENS? Tensionamentos e reflexões entre juventudes, música e o ensino médio. Revista Olhares, Salvador, Brasil, v. 1, n. 13, p. 200–214, 2024. DOI: 10.63052/revistaolhares.v1i13.109. Disponível em: https://publicacoes.unijorge.edu.br/revistaolhares/article/view/109. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos