TRANS-TERRITORIALIDADES, MODAS E ESPAÇO URBANO

Autores

  • Márcia Maria Couto Mello Universidade Salvador - UNIFACS
  • Ariadne Moraes Silva Universidade Federal da Bahia - UFBA

DOI:

https://doi.org/10.63052/revistaolhares.v1i13.130

Palavras-chave:

: Modas; Espaço Urbano; Urbanidades

Resumo

Este estudo tem por objetivo trazer à baila uma discussão sobre diversas questões que transitam entre as modas e o espaço urbano. Aparentemente distintas áreas do conhecimento, percebe-se a partir das arquiteturas, das vestes e das urbanidades, que existem interferências entre elas que podem ser decisivas para a configuração do território e a adequação do individuo em um determinado espaço, compondo harmonicamente uma só imagem cultural. Por se tratar de um ensaio, os critérios metodológicos adotados se baseiam na pesquisa bibliográfica e na análise crítica da questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Maria Couto Mello, Universidade Salvador - UNIFACS

Dra. em Arquitetura e Urbanismo (UFBA), professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano da Universidade Salvador (PPDRU / UNIFACS) e Professora Pesquisadora do Instituto Ânima SOCIESC de Inovação, Pesquisa e Cultura

Ariadne Moraes Silva , Universidade Federal da Bahia - UFBA

Dra. em Arquitetura e Urbanismo (UFBA e Université Paris 8, Vincennes Saint-Denis), professora do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (PPGAU / FAUFBA); Pós-doutora pela Universidade de Brasília (PPG-FAU/UnB)

Referências

BAUDRILLARD, Jean. A transparência do mal: ensaios sobre os fenômenos extremos. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Campinas, SP: Papirus, 1992.

CANEVACCI, Massimo. Culturas eXtremas: mutações juvenis nos corpos das metrópoles. Tradução de Alba Olmi. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Tradução de Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik. São Paulo: Ed. 34, Volume 3, 1996.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Tradução de Peter Pál Pelbart e Janice Caiafa. São Paulo: Ed. 34, Volume 5, 1997.

GUATTARI, Félix. Caosmose: um novo paradigma estético. Tradução de Ana Lúcia de Oliveira e Lúcia Cláudia Leão. São Paulo: Editora 34, 1992.

GUATTARI, Félix; ROLNIK, Suely. Micropolítica-cartografias do desejo. Petrópolis: Vozes, 1993.

MAGNAVITA, Pasqualino R. Sensibilidades na era do capitalismo pós-industrial. O conceito de Multidão: uma nova dimensão ética/estética. Anais do VI Colóquio Franco-Brasileiro de Estética: o sensível contemporâneo. Salvador, 2009.

MELLO, Márcia M. Couto. Salvador Multimagética. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Salvador: UFBA, 2004. 259f.

MELLO, Márcia M. Couto. Design, moda, arquitetura e urbanismo: uma geometria transversal. In: Pires, Dorotéia B. (org.) Design de Moda: olhares diversos. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2008, p.75-93.

MENEGHETTI, Francis Kanashiro. O que é um ensaio-teórico? Documentos e Debates • Rev. adm. contemp. 15 (2) • Abr 2011. Disponível em https://www.scielo.br/j/rac/a/4mNCY5D6rmRDPWXtrQQMyGN/?lang=pt (acesso em 23.05.23)

QUINN, Bradley. The fashion of architecture. Berg: Oxford, 2003.

SERPA, Ângelo. O espaço público na cidade contemporânea. São Paulo: Contexto, 2007.

SILVA, Ariadne Moraes. Entre processos e perceptos – arquiteturas contemporâneas: multiplicidade e heterogeneidade de expressões estéticas. 228 Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) Salvador: UFBA, 2009. 218f.

SIMMEL, Georg (1902). A metrópole e a vida mental. In: VELHO, O.G. (org.). O Fenômeno Urbano. Rio de Janeiro: Zahar, 1976, p.11-25.

SMITH, Courtenay; TOPHAM, Sean. Xtreme fashion. London: Prestel, 2005.

Downloads

Publicado

2024-05-05

Como Citar

COUTO MELLO, M. M.; SILVA , A. M. TRANS-TERRITORIALIDADES, MODAS E ESPAÇO URBANO. Revista Olhares, Salvador, Brasil, v. 1, n. 13, p. 215–228, 2024. DOI: 10.63052/revistaolhares.v1i13.130. Disponível em: https://publicacoes.unijorge.edu.br/revistaolhares/article/view/130. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos