A TECNOLOGIA E AS PRÁTICAS DECOLONIAIS NA CONTEMPORANEIDADE

Autores

  • Tânia Maria Hetkowski Universidade do Estado da Bahia
  • Tarsis de Carvalho Santos Universidade do Estado da Bahia

Palavras-chave:

Tecnologia, Decolonialidade, Contemporaneidade, Sociedade

Resumo

Este ensaio tem como objetivo delinear uma breve discussão acerca do entendimento das Tecnologias como ação do pensar e agir humano, materialização do processo criativo na mobilização de práticas decoloniais. Para tanto, tomamos como questão principal a ser discutida: Como as tecnologias mobilizam práticas decoloniais na contemporaneidade? Compreendendo que as tecnologias podem ser usadas como ferramentas poderosas para ajudar no processo de descolonização, promovendo a democratização à informação, a comunicação entre comunidades, o empoderamento das comunidades locais e a preservação e revitalização de línguas e culturas ameaçadas pelo colonialismo a partir de um processo humano e criativo que envolve aspectos materiais e cognoscitivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Maria Hetkowski, Universidade do Estado da Bahia

Pós-Doutora em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/RS), Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA/BA), Mestre em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI/RS), Especialista em Informática na Educação pela Pontifícia Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS) e, Graduada em Pedagogia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC/SC). Professora Titular A da Universidade do Estado da Bahia (UNEB/BA). Pró-Reitora de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação da UNEB e Coordenadora o Grupo de Pesquisa Geotecnologias, Educação e Contemporaneidade (GEOTEC).

Tarsis de Carvalho Santos, Universidade do Estado da Bahia

Doutor em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Mestre em Educação e Contemporaneidade (UNEB). Especialista em Currículo de Formação Científica, Tecnológica e Cultural (UNEB). Graduado em Licenciatura em História pelo Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE). Marketing pelo Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE). Membro do grupo de pesquisa Geotecnologias, Educação e Contemporaneidade (GEOTEC/UNEB). Pesquisador nas áreas de História, Memória, Práticas Pedagógicas, Tecnologias da Informação e da Comunicação, Inovação e Geotecnologia.

Referências

DUSSEL, Enrique. Método para uma filosofia da libertação. São Paulo: Editora Loyola, 1986.

_____. A invenção das Américas. Nova Iorque: Continuum, 1995.

FANON, Frantz. [1963]. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

HABERMAS, J. Tecnologia e Ciência como Ideologia. 6ª edição Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1973.

HETKOWSKI, Tânia Maria. Políticas Públicas: Tecnologias da Informação e Comunicação e Novas Práticas Pedagógicas. FACED/UFBA, Janeiro de 2004. Disponível em: http://www.cdi.uneb.br/pdfs/teses/tania_maria_hetkowski.pdf. Acesso em 04 mai 2023.

KRENAK, A. Do tempo. N-1edições. 2020. Disponível em: https://pospsi.com.br/wpcontent/uploads/2020/09/TEXTOS_38-ailton-krenak.pdf.

Acesso em: 05 mai 2023.

LANDER, Edgardo. A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais - perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. Tradução Cristina Antunes, João Wanderley Geraldi. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

LIMA JUNIOR, Arnaud Soares de. Tecnologias Inteligentes e Educação: currículo hipertextual. Rio de Janeiro: Quartet, 2005.

LIMA JR, Arnaud Soares de. A Escola no Contexto das Tecnologias de Comunicação e Informação: do dialético ao virtual. Salvador: EDUNEB, 2007.

MARTÍN-BARBERO, J. Políticas de comunicación y cultura. Série: Dinámicasinterculturales Número 11. Políticas de la comunicación y la cultura: Claves de la investigación. Barcelona, CIDOB edicions. 2008.

MORALES, Susana. La apropiación de TIC, una perspectiva. In: MORALES, S. y LOYOLA, M.I. Los jóvenes y las TIC. Apropiación y uso en educación. Córdoba, Edición de las autoras. 2009.

MOTA NETO, J. C. Por uma Pedagogia Decolonial na América Latina: reflexões em torno do pensamento de Paulo Freire e Orlando Fals Borda. Curitiba: CRV, 2016.

SILVA, Kalina Vanderlei e SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de conceitos históricos. 2ed. São Paulo: Contexto, 2008.

Downloads

Publicado

2022-06-05

Como Citar

HETKOWSKI, T. M.; SANTOS, T. de C. A TECNOLOGIA E AS PRÁTICAS DECOLONIAIS NA CONTEMPORANEIDADE. Revista Olhares, Salvador, Brasil, v. 1, n. 12, p. 7–20, 2022. Disponível em: https://publicacoes.unijorge.edu.br/revistaolhares/article/view/25. Acesso em: 21 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos