ARTE PRECÁRIA, ARTE EXPANDIDA E O RASGO DENTRO DO TÚNEL

Autores

  • Rosana Almeida Junqueira UFBA

Palavras-chave:

expandido, precário, não-objetos, Lygia Clark, artista

Resumo

Há um plano poético que se insinua sobre os outros planos. O artista precisa encontrá-lo quando rasga o palpável e o visível. É preciso dar essa possibilidade também ao espectador de encontrar a saída através do rasgo. O expandido, em obras clarkianas, amplia as categorias, desestabiliza a autoria, a originalidade, o tempo e o espaço da obra. A precariedade dos espaços e das coisas se anuncia como estratégia de uma arte minoritária, subversiva e política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Almeida Junqueira, UFBA

Doutoranda em Literatura e cultura pelo programa de pós-graduação em Literatura e Cultura (UFBA); Mestre em Literatura e cultura pelo programa de pós-graduação em Literatura e Cultura (UFBA).

Referências

CLARK, L; OITICICA, Hélio. Cartas, 1964-74. FIGUEREDO, L. (Org.). 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1998.

CLARK, L. Lygia Clark. In: Textos de Lygia Clark, Ferreira Gullar e Mário Pedrosa. Rio de Janeiro, FUNART, 1980.

CLARK, Lygia. Obra Túnel Disponível em: < https://portal.lygiaclark.org.br/ >. Acesso em: 07, 08, 2022.

GULLAR, Ferreira. Etapas da arte contemporânea: do cubismo à arte neoconcreta. 2ºed. Rio de Janeiro: Revan, 1998.

_________ Manifesto Neoconcreto Teoria do não-objeto. In. Experiência Neoconcreta: momento limite da arte. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

SANTOS, R. C dos.; REZENDE, R. No contemporâneo: Arte e Escrituras Expandidas. Rio de Janeiro: Editora Circuito: Faperj, 2011.

Downloads

Publicado

2022-06-05

Como Citar

JUNQUEIRA, R. A. ARTE PRECÁRIA, ARTE EXPANDIDA E O RASGO DENTRO DO TÚNEL. Revista Olhares, Salvador, Brasil, v. 1, n. 12, p. 169–182, 2022. Disponível em: https://publicacoes.unijorge.edu.br/revistaolhares/article/view/65. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos